The Jacarei river dam is part of São Paulo's Cantareira system of dams. Photo: Nelson Almeida / AFP / Getty Images

[Translation by Bing] SAO PAULO (O Globo) – The regulatory agency for sanitation and São Paulo Energy (Arsesp) authorized an increase of 15.24% water and sewer accounts of Companhia de Saneamento Basico do Estado de São Paulo (Sabesp).

According to the Agency, the new tariff values can be come into effect 30 days after publication in the Official Gazette of the State.

Sabesp had requested a rate increase of 22.7% in the water bill. However, is greater than the index that Arsesp had authorized in March: 13.87%.

The water crisis faced by the State led to a strong reduction in the company's revenues because the inhabitants of São Paulo sharply reduced its water consumption stimulated often by discounts.

In December 2014, water accounts in São Paulo suffered 6.49% adjustment.

Water bill will be 15% more expensive in São Paulo


em Português:

SÃO PAULO - A Agência Reguladora de Saneamento e Energia de São Paulo (Arsesp) autorizou um aumento de 15,24%% nas contas de água e esgoto da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

De acordo com a agência, os novos valores tarifários podem ser entrar em vigor 30 dias após a publicação no Diário Oficial do Estado.

A Sabesp havia solicitado um reajuste de 22,7% na conta de água. Porém, é maior que o índice que a Arsesp havia autorizado em março: 13,87%.

A crise hídrica enfrentada pelo estado gerou forte redução na receita da companhia porque os habitantes de São Paulo reduziram bruscamente o seu consumo de água, estimulados muitas vezes por descontos.

Em dezembro de 2014, as contas de água em São Paulo sofreram reajuste de 6,49%.

Conta de água ficará 15% mais cara em São Paulo

0 comments :

 

Blog Template by Adam Every . Sponsored by Business Web Hosting Reviews